O Crônicas está de volta...e o Bandeirante também está de volta!

                    (foto com crédito da TV/Rádio BEC)

Sentiram a falta do Crônicas? Pois bem, ele está de volta e com muitas novidades. 

Após umas boas semanas de férias após um acesso muito suado e muito merecido na Bezinha, tanto o blog quanto o Bandeirante voltaram com tudo pra 2021 nessa Série A3 que vai ser um dos melhores e mais duros campeonatos que o Bandeirante já jogou na sua história. Falo isso porquê teremos 16 times lutando por duas vagas na Série A2 de 2022. E a maioria desses times que o BEC vai enfrentar são rivais locais, velhos adversários de grandes batalhas épicas e times que devem dar o seu máximo pra também dar problemas pro Leão da Noroeste. 

Logo de cara já teremos como primeiro adversário na A3 um velho conhecido dos bandeirantinos, o Noroeste de Bauru que vem "mordido" por ter perdido um acesso ano passado após terminar a primeira fase como líder ultraisolado e bateu na trave na hora do "vamuvê". Teremos grandes duelos locais contra Linense, Rio Preto, Votuporanguense, Olímpia, Marília (vice-campeão da Copa Paulista e que vai estar na Copa do Brasil esse ano) e o dérbi regional contra o Penapolense que acabou sendo rebaixado na A2 do ano passado (pra compensar a falta de clássico contra o Araçatuba). Ainda enfrentaremos o São José que jogou as finais da Bezinha contra a gente, o Desportivo Brasil que é um clube-empresa forte e várias camisas pesadas do futebol paulista como Comercial de Ribeirão, Nacional da Capital, Batatais, Primavera de Indaiatuba, Capivariano e Barretos.

Bom, hora de falar da apresentação do Bandeirante que aconteceu nessa terça-feira a noite na Pedronera (sim, a apresentação foi no estádio mas não no campo e sim nos vestiários por receio de chuvas que caíram durante a mesma). A TV/Rádio BEC apresentou um programa especial apresentando os jogadores e a comissão técnica desta temporada de 2021 do Leão da Noroeste. Vamos as principais novidades e informações.

Na comissão técnica, tivemos a manutenção de quase todos os membros. Apenas o nosso preparador de atacantes Reginaldo acabou saindo. André Alves ficará, mas agora será assistente técnico ao lado do seu assistente técnico no ano passado, Selmo Martins. O preparador físico Andrézinho, o preparador de goleiros Rodrigo Déião, o massagista Gaúcho, o fisioterapeuta Diego Fidalgo, o nutricionista Vinícius Bearari, o chefe-médico Dr. André Luiz e o roupeiro Juninho. A grande novidade foi a contratação de Márcio Ribeiro para ser o técnico do Bandeirante em 2021. Márcio Ribeiro que foi ex-jogador e técnico do Bandeirante, volta para Birigui após conquistar três acessos do Paulistão em três anos pelo Água Santa de Diadema. Inclusive era pra Márcio já estar treinando o BEC em 2020, mas a pandemia pelo COVID-19 só adiou esse plano e André Alves teve que assumir essa responsabilidade (que a assumiu muito bem, por sinal).

Os jogadores estão treinando desde a segunda semana de janeiro e só nesse dia da apresentação foram todos apresentados para o público em geral. Porém uma grande parte do público já sabia mais ou menos quem ficaria de 2020 para 2021. 

No gol, Gabriel Barbato manterá a meta segura por mais um ano com a gente igual ano passado, Alemão segue como o segundo goleiro e chegou para também ajudar na concorrência Thiago Moraes que estava no Marília que foi vice da Copa Paulista ano passado. Na zaga temos as continuações do "Comandante" Gabriel Bahia e Léo Zarelli enquanto Léo Cruz partiu para Americana defender as cores do Rio Branco local e Félix deve enfrentar a gente em Votuporanga defendendo as cores do Votuporanguense. As contratações para a defesa vieram em peso com Luizão que ajudou a Jataiense a voltar para a primeira divisão de Goiás depois de muitos anos, Paulão que é um zagueiro bem rodado com passagens em times de Série A e B do Brasileiro, vindo do XV de Piracicaba e Lucas Bahia que chegou do Ríver piauiense.

Para as laterais, temos as renovações de Iury (que foi um dos melhores jogadores do BEC ano passado), Fábio Júnior e as chegadas dos dois Maninho. Mas calma, eles não são irmãos, nem gêmeos e muito menos sósias. O da direita é o Jackson Maninho que enfrentou a gente ano passado na briga pelo acesso pelas cores do Grêmio Prudente e o da esquerda é Karlos Maninho, que chegou do CRAC de Catalão em Goiás. Para a volância, os que permaneceram foram Danillo Romão que acabou ficando fora do jogo de volta da decisão da Bezinha por lesionar o braço e o "carregador de piano" Gabriel Rapchan (outro que comeu a bola ano passado) enquanto que chegaram Gabriel Silva (novamente do Grêmio Prudente, inclusive machucando o ombro no jogo do acesso do Leão) e Thiago César que também veio da Jataiense-GO. Acabou saindo o jovem Pedro Favela (emprestado para o VOCEM de Assis para ganhar mais rodagem).

Na meiúca, temos a permanência de Danilinho que vai nos alegrar mais ainda com os seus "recitais" igual ano passado, mas terá a ajuda de um segundo maestro depois da saída de Mendes que não quis renovar. Rafael Sayão, que ao lado de Thiago Moraes estava no Marília ano passado, chega pra ter mais um armador e mais um criador de jogadas na cancha bandeirantina. Também foi contratado o meia Norton que estava jogando uma boa Série D pelo Gama candango e promete demais esse trio de meias.

Para o ataque, continua o biriguiense Tatá que deve infernizar mais ainda as zagas adversárias além da renovação de Welbinho. O trio Claudevan, Agnaldo (outro que foi para o VOCEM) e João Vitor (que foi para o Bahia de Feira, da elite do Baianão) se despediram do time mas estão na nossa história pra sempre. Ainda teremos mais dois reforços que devem se concretizar durante o campeonato: Everton Sena (zagueiro que já jogou pelo Vitória e que estava jogando a segundona de Minas Gerais pelo Poços de Caldas) e Rafael Tanque (centroavante que está jogando a seletiva do Cariocão pelo Nova Iguaçu).

Todos os nomes e todas as novidades botadas em dia. Vai começar mais uma temporada para o Bandeirante rumo a voltar a ser o Leão da Noroeste que sempre foi e que agora depois de tantos anos, recuperou o respeito e temor dos adversários. Se vamos subir esse ano não sabemos, mas a certeza é que o BEC vai trabalhar e está trabalhando duro para conseguir uma das duas vagas pra 16 times que terão nesse Paulistão A3 2021.

Estamos e estaremos sempre juntos, que 2021 seja tão maravilhoso como foi 2020. A primeira batalha das 15 iniciais é contra o Norusca na Pedronera.

E como sempre aqui no Crônicas: Pra cima deles Leão! Avante Bandeirante!

Comentários

  1. Adorei!!Vamos apoiar o time da nossa terrinha!!BEC é o Leão 🦁 da Noroeste👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Motivos para achar que Bandeirante x Penapolense é um clássico maior do que muitos acreditam não ser.

Caiu o invicto! Bandeirante joga mal, perde a primeira no ano em Osvaldo Cruz e vai pro "tudo ou nada" na Pedronera quarta!

Alívio! Bandeirante arranca empate heroico em Jaú e à custa de outro empate na quarta pode eliminar o Galo da Comarca!