Postagens

Mais um "Passadão" depois de muito tempo! Bandeirante encerra a temporada com um gosto muito agridoce no Paulistão A3!

Imagem
Após muito tempo (mas muuuuuuuito tempo mesmo, até peguei COVID nessa duração larga de dias), voltamos com o Crônicas Bandeirantinas para falar dos últimos jogos do Paulistão A3 de 2021. E também fazer uma análise fria do que aconteceu nesse ano de retorno do Leão da Noroeste a terceira divisão estadual. Está aberto mais um "Passadão". - 20/05 - Penapolense 1 x 1 Bandeirante (Tenente Carriço, Penápolis). Seguiu na 10a colocação.  No clássico regional entre CAP e BEC, o Penapolense que até então não ganhava de ninguém na A3 jogou bem contra o Bandeirante. Pressionou muito até que fez o primeiro com Thiago Rômulo após aproveitar uma furada homérica de Thiago César que tentou dar um chutão pra área. E quase fez o segundo num pênalti que Léo Carvalho bateu e Henal defendeu. No segundo tempo, o Leão da Noroeste foi pro ataque porquê precisava do resultado e acabou fazendo o empate com o zagueiro Paulão após boa jogada de Welbinho. Ao fim do jogo, o empate não agradou o BEC que ain

Passadão! Bandeirante tem inconstância na Série A3 mas ainda segue vivo na briga pela classificação!

Imagem
A parada acabou, mas demorei bastante para fazer um post no Crônicas. Portanto hoje eu farei um "Passadão" do que aconteceu nessas rodadas até o jogo de amanhã que vocês já devem saber que é clássico regional contra o Penapolense. Nós paramos no dia 15 de março com a vitória de 2 a 0 sobre o Capivariano, passando de lanterna para décimo-primeiro lugar. Vamos ver se mudou alguma coisa. - 27/4: Rio Preto 0 x 0 Bandeirante (Anísio Haddad, Rio Preto). De 11o para 13o colocado. Em Rio Preto, o BEC fez uma boa partida. Martelou as chances que poderia ter aproveitado se não fosse a pressa de fazer um gol. Até mesmo Chico perdeu uma grande chance frente a frente com o goleiro rio-pretense no segundo tempo. O Jacaré não fez muita coisa a não ser se defender e esse resultado foi com gosto de derrota para o Leão da Noroeste. - 29/4: Bandeirante 0 x 0 Desportivo Brasil (Bento de Abreu, Marília). De 13o para 12o colocado. Devido a fase vermelha da pandemia, o Bandeirante não consegue libe

A espera de uma novidade! Bandeirante vence Capivariano, mas campeonato parou por algumas semanas por causa do COVID!

Imagem
  A semana do jogo entre Bandeirante e Capivariano começou com muita angústia. O governo estadual declarou a paralisação de todos os campeonatos de futebol por causa das fases vermelha e roxa da pandemia. A A1 parou, a A2 parou e a A3 obviamente teria que parar. No entanto, autorizaram que tivesse uma última rodada antes da paralisação, essa rodada em que os Leões da Noroeste e da Sorocabana se enfrentaram na Pedronera. O Bandeirante estava desesperado para conseguir uma vitória já que não tinha ainda conquistado um ponto sequer e estava na lanterna após as derrotas para Noroeste e Linense. Já o Capivariano tinha já conquistado um ponto e vinha com uma carta na manga. O experiente meia Correa que fez carreira principalmente no Palmeiras vinha para enfrentar o Bandeirante com a sua famosa bola aérea.  A escalação do técnico Márcio Ribeiro teve Henal, Iury, Lucas Bahia, Gabriel Bahia (fazendo sua estréia na Série A3) e Paulão. Thiago César, Rapchan, Norton e Rafael Sayão. Thales e Chico.

Estréia amarga! Bandeirante inicia o caminho da Série A3 do Paulistão na lanterna do campeonato!

Imagem
Por fim, começou a Série A3 do Campeonato Paulista de 2021. Esse retorno tão aguardado pelo torcedor bandeirantino que estava dez anos longe da terceirona estadual. Mas essa volta a A3 não poderia ter começado pior para nós, o Bandeirante começou o campeonato com duas derrotas doídas (a primeira para o Noroeste de Bauru em casa nem tanto, mas a segunda contra o Linense fora doeu muito). Vamos iniciar com o jogo contra o Noroeste. A equipe bauruense até uma semana atrás da estréia estava se preparando normalmente para o campeonato quando do nada, acerta as contratações de Richarlyson e Alecsandro. Sim, isso mesmo que você ouviu. Os dois filhos do grande ex-atacante Lela jogariam juntos em Bauru, cujo era o grande sonho do pai. O primeiro já teria sua terceira aparição pelo Norusca enquanto que Alecsandro chegava pela primeira vez. Para o Bandeirante, isso era um incentivo a mais para estrear com o pé direito na Pedronera.  E no início do jogo, os dois times começaram a se estudar mas qu

Motivos para achar que Bandeirante x Penapolense é um clássico maior do que muitos acreditam não ser.

Imagem
O Crônicas Bandeirantinas está de volta com uma postagem que deve criar algumas polêmicas para muita gente, mas que é muito necessária. Apesar da tiração de sarro pelo 7 a 0 e o acesso, muitos bandeirantinos devem estar muito tristes porquê mais uma vez não teremos o Dérbi Noroestino entre o BEC e a Associação Esportiva Araçatuba. Graças ao acesso do Leão da Noroeste pra A3 ano passado (e também a permanência da AEA na Bezinha), o maior clássico do Noroeste Paulista vai ficar sem ser disputado no ano de 2021. Mas aí você se pergunta: Bruno, então não teremos clássico regional na A3 esse ano? Por incrível que pareça, teremos clássico regional na A3. O Bandeirante vai reencontrar mais um vizinho da região de Araçatuba, o Clube Atlético Penapolense de Penápolis. O chamado Clássico das Feras entre o Leão da Noroeste e a Pantera da Noroeste. Desde 2010 que esse clássico regional não acontecia em competições oficiais e curiosamente, a última vez foi numa Série A3 do Campeonato Paulista. Os t

O Crônicas está de volta...e o Bandeirante também está de volta!

Imagem
                    (foto com crédito da TV/Rádio BEC) Sentiram a falta do Crônicas? Pois bem, ele está de volta e com muitas novidades.  Após umas boas semanas de férias após um acesso muito suado e muito merecido na Bezinha, tanto o blog quanto o Bandeirante voltaram com tudo pra 2021 nessa Série A3 que vai ser um dos melhores e mais duros campeonatos que o Bandeirante já jogou na sua história. Falo isso porquê teremos 16 times lutando por duas vagas na Série A2 de 2022. E a maioria desses times que o BEC vai enfrentar são rivais locais, velhos adversários de grandes batalhas épicas e times que devem dar o seu máximo pra também dar problemas pro Leão da Noroeste.  Logo de cara já teremos como primeiro adversário na A3 um velho conhecido dos bandeirantinos, o Noroeste de Bauru que vem "mordido" por ter perdido um acesso ano passado após terminar a primeira fase como líder ultraisolado e bateu na trave na hora do "vamuvê". Teremos grandes duelos locais contra Linens

O primeiro ano da reestruturação e da ressurreição acabou. E agora? O que vai ser de mim, do Bandeirante e desse blog?

Imagem
Primeiramente eu quero pedir desculpas por demorar demais para fazer o texto, tanto que não deu tempo de falar do segundo jogo da final, mas vocês já devem estar carecas de saber como terminou. Não vou ficar relatando o que aconteceu no jogo em São José dos Campos. Afinal, o que mais importava (que era o acesso) foi conquistado e a decisão era só um mero detalhe tanto pra nós quanto para o São José. Bom... E o que o futuro proporciona para mim, pro Bandeirante e pro Crônicas Bandeirantinas? O Bandeirante como todos sabem, vai jogar o Paulistão A3 em 2021 ao lado do São José. Esse campeonato promete ser uma das A3 mais competitivas dos últimos anos e uma das maiores e melhores edições do terceiro nível do futebol paulista da história. Logo de cara, temos o "Noroestão com grife" (apelidado por mim). Teremos OITO das 15 equipes contando o BEC (literalmente metade do campeonato todo) próximas e separadas num raio de quase 200 quilômetros da Pedronera.  Se em 2020 na Bezinha tivem